Serviço Secreto Brasileiro 2/3:

A Princípio os militares tomaram o poder com uma ideia em mente: moralizar o país. Neste episódio Serviço Secreto Brasileiro 2/3 vamos ver que na orientação positivista da caserna, o país estava doente e deveria ser curado de seus males, que eram a corrupção e a subversão. Na cabeça dos militares, uma vez tomado o poder no país a cura seria simples de se implantar. Bastaria identificar os corruptos e os subversivos, cassar-lhes os direitos políticos e colocá-los na prisão. Alguns mais afoitos defendiam até mesmo que esses “maus cidadãos” deveriam ser também torturados ou mesmo mortos para servir de exemplo.

E os corruptos – o maior e mais organizado sindicato do Brasil – não pretendia virar alvo dos “milicos” e tratou de agir rapidamente logo que a Presidência da República foi declarada vaga, tendo sido os primeiros a compor o novo governo (como diria o capitão Nascimento, “o sistema é foda”). Os militares perceberam logo nos primeiros dias de governo que uma confrontação direta dos corruptos em tantas áreas e instâncias do governo e da sociedade civil colocaria em risco a “revolução” recém-iniciada – não haveria sequer dinheiro pra tocar o governo se prendessem todos os empresários corruptos e preferiu fazer vista grossa desde que eles colaborassem com o novo regime. Assim, sobrou para os militares contentar-se em perseguir o segundo mal que assolava o país que eram os “subversivos”. Mas, quem eram os “subversivos”? Bom, na visão singela dos militares todo e qualquer um que se opusesse “a revolução de 64”.

Quem era contra o novo regime era contra a pátria, e vice-versa. Dessa maneira, de modo a identificar esses tais subversivos era preciso fortalecer o serviço secreto e a Doutrina de Segurança Nacional…

Saiba mais sobre isso ouvindo Serviço Secreto Brasileiro 2/3.


BAIXAR VERSÃO ZIPADA

download versão zipada


PARTICIPANTES

FONTES
  • Livro “O Ministério do Silêncio”, de Lucas Figueiredo
  • Artigo “De FHC a Lula: a militarização da Agência Brasileira de Inteligência”, de Jorge Zaverucha
  • Outras fontes

VITRINE

MÚSICAS DESTE EPISÓDIO
  • Jair Rodrigues – Disparada
  • Edu Lobo e Marília Medalha – Ponteio
  • Chico Buarque – A Banda
  • Chico Buarque – A Rita
  • Chico Buarque – Quem Te Viu, Quem Te Vê
  • Chico Buarque – Roda viva
  • Chico Buarque – Nicanor
  • Chico Buarque – Pois é
  • Secos e Molhados – Sangue Latino
  • Secos e Molhados – O Patrão Nosso De Cada Dia
  • Gonzaguinha – Comportamento Geral
  • Gonzaguinha – Vamos à Luta
  • Gonzaguinha – Recado
  • Gonzaguinha – É Preciso
  • Gonzaguinha – Pequena Memória Para Um Tempo Sem Memória
  • Gonzaguinha – Sangrando
  • Gilberto Gil – Geleia Geral
  • Chico Buarque – Bom Conselho
  • Elis Regina – Como nossos pais
  • Elis Regina – O Bêbado e a Equilibrista
  • Chico Buarque – Meu Caro Amigo
  • Chico Buarque e Milton Nascimento – Cálice
  • Chico Buarque – Pelas Tabelas
  • Chico Buarque – Vai Passar
  • Chico Buarque – Hino Da Repressão
  • Djavan – Sabe Você
  • Alceu Valença – Coração Bobo
  • Simone – Tô Voltando

NOSSA PLAYLIST NO SPOTIFY:

Link


NOSSO GRUPO NO FACEBOOK

Se você quer participar do nosso grupo basta ir AQUI. Participando você poderá sugerir pautas, interagir com outros ouvintes do Temacast, participar de sorteios e saber com antecedência de várias coisas que ocorrerão num futuro breve.

Serviço Secreto Brasileiro 1/3:

Serviço Secreto Brasileiro 1/3. Nesta primeira parte falaremos sobre o período de Washington Luís (criação do serviço) até o governo de João Goulart.

Desde o fim do Império e a Proclamação da República, em 15 de novembro de 1889 até o final da 1ª República Brasileira ou República Velha, em outubro de 1930, o mundo havia passado por enormes transformações. As novas tecnologias como o telefone, o rádio, o motor a explosão e o avião encurtavam distâncias e faziam avançar o processo de industrialização iniciado na Inglaterra no séc. XVIII para os quatro cantos do mundo. O PIB mundial crescia exponencialmente, e com ele, a desigualdade. A humanidade que até então tinha sido absolutamente rural migrava em revoadas para as cidades em busca de melhores condições de vida já que a maquinização e a globalização haviam tornado ociosa grande parte da mão de obra disponível no campo.

O crescimento desordenado das cidades, que inchavam e se tornavam imensas metrópoles, fazia surgir também enormes subúrbios onde os trabalhadores viviam em péssimas condições de higiene e saúde. Os antigos camponeses e artesãos agora eram submetidos a uma estafante carga horária que podia chegar a 15 horas diárias, sem férias, sem folga e sem qualquer tipo de compensação em caso de acidente. Em suma, não possuíam nenhum direito. As péssimas condições de trabalho fazia eclodir por toda parte motins e greves de operários exauridos e insatisfeitos. Além disso, com a crescente produtividade proporcionada pela indústria, mais e mais produtos, e em maior quantidade, apareciam e os governos se viam cada vez mais pressionados pelas burguesias nacionais para criar mais e mais mercados consumidores mundo afora, fazendo colidir as fronteiras dos antigos impérios coloniais que se haviam formado nos séculos anteriores, levando tanto a crises externas quanto internas…

Saiba mais ouvindo: Serviço Secreto Brasileiro 1/3.


BAIXAR VERSÃO ZIPADA

download versão zipada


PARTICIPANTES
FONTES
  • Livro “O Ministério do Silêncio”, de Lucas Figueiredo
  • Artigo “De FHC a Lula: a militarização da Agência Brasileira de Inteligência”, de Jorge Zaverucha
  • Outras fontes

VITRINE

MÚSICAS DESTE EPISÓDIO
  • Waldir Azevedo – Pedacinhos do Céu
  • Estevão Teixeira – Magoado
  • Nilze Carvalho – Simplicidade
  • Toco Preto – Vê se gostas
  • Evandro do Bandolim – Chorando Baixinho
  • Toco Preto – Moliendo Café
  • Estevão Teixeira – Proezas de Saloon
  • Nilze Carvalho – Dengoso
  • Evandro do Bandolim – Sons de Carrilhões
  • Canhotinho – Sentido
  • Toco Preto – Sobe e Desce
  • Trio Nazareth – Na Glória
  • Nilze Carvalho – Não Posso Mais
  • Canhotinho  – Chorando Calado
  • Nilze Carvalho – Diabinho Maluco
  • Nilze Carvalho – Bola Preta
  • Ernesto Nazareth – Apanhei-te Cavaquinho
  • Jacob do Bandolim – Noites Cariocas
  • Pixinguinha – Lamentos
  • Abel Ferreira – Chorando Baixinho
  • Jacob do Bandolim – Murmurando
  • Waldir Azevedo – Brasileirinho
  • Jacob do Bandolim – Odeon
  • Jacob do Bandolim – Assanhado
  • Waldir Azevedo – Delicado & Atrevido
  • Waldir Azevedo – Naquela mesa
  • Runaway
  • Oh’ Carol
  • Diana
  • Will You Love Me Tomorrov
  • Only You
  • One Way Ticket
  • Bob Seger & The Silver Bullet Band – Shame On The Moon
  • The Rolling Stones – Let It Loose
  • Shocking Blue – Venus

NOSSA PLAYLIST NO SPOTIFY:

Link


NOSSO GRUPO NO FACEBOOK

Se você quer participar do nosso grupo basta ir AQUI. Participando você poderá sugerir pautas, interagir com outros ouvintes do Temacast, participar de sorteios e saber com antecedência de várias coisas que ocorrerão num futuro breve.