Disco Music: Não se sabe exatamente como e quando o movimento disco começou. Alguns dizem que ele surgiu no início dos anos 70, nas discotecas de Chicago, Nova York e Filadélfia, onde haviam festas totalmente dançantes, frequentadas por um público alternativo. Outros afirmam que a disco music só começou mesmo depois da abertura da Studio 54 – em Nova York – e do lançamento do filme “Os Embalos de Sábado à Noite” em 1977, que foi a época em que a mania se espalhou pelas rádios, gravadoras, discotecas e estava gerando bilhões por ano.

No entanto, a Disco não foi um gênero musical pré fabricado, criado em um curto período de tempo em que se possa estabelecer um ponto original determinado. Isso porque quando se fala da Disco Music, define-se um estilo musical que surgiu a partir da transformação de elementos de diversos gêneros musicais como do Soul, Jazz e Funk. Assim, para contar a história da música Disco é preciso viajar um pouco em cada um desses estilos até que se tenha formada a chamada Disco Music. O que se sabe com certeza é que a primeira boate que promoveu festas mais ao estilo da Disco foi a boate The Loft inaugurada por David Mancuso em 1970, portanto sete anos antes da Studio 54. A The Loft inspirou muitas outras como a Studio 54, a The Gallery, etc…

Saiba mais sobre isso ouvindo este episódio…


BAIXAR VERSÃO ZIPADA

download versão zipada


PARTICIPANTES
FONTES 

VEJA MAIS

VITRINE

MÚSICAS DESTE EPISÓDIO
  • The Trammps – Disco Inferno
  • Ivonne Elliman – If I Can’t Have You
  • Alicia Bridges   I Love The Nightlife
  • Biddu Orchestra – girl you’ll be a woman soon
  • Manu Dibango   Soul Makossa
  • Barry White – Love’s Theme
  • Gloria Gaynor – Never Can Say Goodbye
  • Bee Gees – Stayin’ Alive
  • Toni Tonado – BR3
  • Tina Charles – I love to love
  • Van McCoy – The Hustle
  • Donna Summer – Love to love you baby
  • Kool & the Gang – Ladies night
  • Gloria  Gaynor – I Will Survive
  • Chic – Le Freak
  • Abba – Dancing Queen
  • Bee Gees – How Deep Is Your Love
  • Village People – YMCA
  • Lady Zu – A Noite Vai Chegar
  • As Freneticas – Perigosa
  • Gretchen – Melô Do Piripipi
  • Lulu Santos – Assim Caminha a Humanidade
  • Tavares – More Than a Woman
  • K.C. and The Sunshine Band – Boogie Shoes
  • Chic – Everybody Dance
  • Bee Gees – Night Fever
  • Stars On 45 – Beatles Medley
  • Village People – Macho Man
  • Roberta Kelly – Zoodiac
  • Patrick Hernandez – Born to be alive

NOSSA PLAYLIST NO SPOTIFY:

Link


NOSSO GRUPO NO FACEBOOK

Se você quer participar do nosso grupo basta ir AQUI. Participando você poderá sugerir pautas, interagir com outros ouvintes do Temacast, participar de sorteios e saber com antecedência de várias coisas que ocorrerão num futuro breve.


  • Augusto Ganzert

    É incrível que boa parte das músicas tocadas no cast, eu gosto de escutar. São… alegres!
    Achei interessante como as drogas estão sempre envolvidas com a música e os artistas. Achava que era algo mais comum com o rock.
    Também achei impressionante o fato da disco music ter levantado a bandeira dos homossexuais, coisa que nenhum outro estilo de música fazia naquela época.
    Eu vejo com muita importância a disco music, pois graças a ela é que tivemos Michael Jackson e Madonna, rei e rainha da música pop, que foram influenciados pela música disco.

  • Alô Rapazes do TemaCast

    Mais uma surpresa agradável do já tradicional episódio sobre música, com história e sociedade como pano de fundo.

    Acredito que, dentro do timeline e das análises, citações de algo muito dos anos 70 e que tem história bem próximo da disco que é o cinema “Black Exploitation”, que também influenciou paralelamente a moda de muitas pessoas da época. Hoje muitos filmes reutilizaram os elementos utilizados pelos filmes de qualidade diversa, como o venerado Quentin Tarantino, e em menor intensidade pelo Martin Scorcese.

    Também senti falta de um aprofundamento das roupas e modas mais profundamente como a calça boca de sino e os correntões e camisas abertas.

    Parabéns novamente pelo episódio de qualidade de sempre.

    Abs

    • Grande Luciano… fazia tempo que não aparecia, né?
      Obrigado pela visita e pelo (como sempre) relevante comentário.
      Sobre o aprofundamento o que posso dizer é o de sempre: se fôssemos aprofundar os episódios até o nível de expectativa de todos ouvintes os casts teriam horas de duração, ahahaha!
      Mas, mesmo assim a tua observação é muito pertinente e te agradeço por isso
      Abração!

      • Oi Francisco..

        Eu andei sumido por conta de muito trabalho no final do ano, e início também. Mas é a vida.

        Acredito que muitas pessoas “reclamam” de mais detalhes é pela qualidade do Temacast, que é como uma boa comida, ou bom vinho : achamos sempre que poderia tem um pouquinho mais.

        Como o aprofundamento de vocês é exemplar, ficamos com o gostinho de “quero mais” em assunto que faltaram, como no caso do “Black Exploitation”. Até porque a música da série “Shaft” é inesquecível (do artista Isaac Hayes).

        Quando fizer um podcast de Exploração e política expansionista pode me chamar que “tamos aí”.

        Abraço e parabéns pelo trabalho

  • Achei bem bacana esse episódio. A Dora tbm gostou. Curiosamente, conhecia a maioria das músicas que usaram como pano de fundo do episódio, sempre as ouvi com minha mãe, mas não imaginava que fossem ‘Disco Music’. Acho que nunca tinha parado para rotulá-las. rss. Obrigada pela citação extraordinária no começo do episódio. Achei bem bacana. ahahaha. Bom, é isso! abraços!

    • Priss, você traumatizou a mim e ao Igor com o Gurrrrrrrrero, mas não te citamos por isso e sim porque você além de amiga que sempre dá uma grande força também e uma pessoa muito legal!

      abraços pra ti e pra D.Dora!

  • Homero Luz

    Olá amigos temacasters, assim eu sou um pouco mais novo que vocês, mas acho que cresci num vortex temporal, na minha adolescência, entre os anos 2000 e 2005 ia em muitas festas no interior de Pelotas,e o que foi comentado sobre o estrobo, dancinha coreografada e luz negra isso tudo tinha nessas festas, com um estilo disco esquisito, mas só eu que percebi na parte da contextualização histórica teve varias pautas futuras?

    • Olá Homero,
      Seguinte, até hoje a gurizada faz festas anos 70 e 80 e o que rola é Disco Music…
      Quanto as pautas futuras, certamente o que n[os comentamos para contextualizar um episódio se refere ou a temas que já abordamos ou que gostaríamos de fazer! 😉

      abraço

  • Willian Moreira

    Gosto muito do TemaCast, já ouvi todos os episódios, e sempre penso em comentar quando estou ouvindo, e como ouço no carro acabo deixando e esquecendo, mas dessa vez não pude deixar passar devido a situação hilária que me aconteceu.
    Voltando para casa após uma noite de trabalho, aqui em Curitiba estava ouvindo este episódio com o volume alto e as janelas abertas, já que as vozes ficam mais baixas que as musicas que estavam muito boas, chegando na portaria do condomínio onde moro bem na parte que estavam comentando sobre a Gretchem, esperando o portão abrir, e assim que entro no condomínio passo na frente da portaria e de alguns vizinhos tocando piri piri piri no ultimo volume, kkkk. Rendeu boas risadas minhas e de minha esposa assim que contei pra ela. valeu

    Parabéns, pelo trabalho!

    • Caraca, os vizinhos devem ter te achado muito estranho!
      Obrigado por comentar e me fazer rir também!

      abraço

      • Willian Moreira

        Obrigado, e vou continuar divulgando seu trabalho.

  • Nerdanderthal

    Bom demais ter vivido bem aquela época da Disco Music e melhor ainda ter participado desse cast e expor as minhas experiências. Agradeço mais uma vez ao Francisco e ao Igor por lembrarem de mim e espero que me chamem quando forem gravar um episódio sobre a pré-história. Talvez tenha algo a falar sobre a minha infância naquela época.

  • E_Palpatine

    Podcast epico !

  • Renver

    Como que ficou a disco Music com o movimento da Jovem Guarda?

    Ou os 2 coexistiram?

    • Olá Rever!
      Olha, a Jovem Guarda foi um movimento que ocorreu no Brasil nos anos 60 e foi baseado nas bandas inglesas e americanas da década. Escute nosso episódio #12 (British Invasion) que fala destas bandas.
      Já a Disco Music começou nos EUA na década de 70 e se espalhou pelo mundo.
      Como pode ver, não coexistiram.

      abraço

  • Tive que conferir as músicas. Ficou muuito bacana esse podcast!

  • Carlos Nani

    O meu maior problema foi escutar esse episódio sem dançar ( eu ouvi no trabalho ). rs.
    Ótimo tema e abordagem. Gostei muito da participação do Nelson Imbuzeiro,
    falando da época que todo mundo usava calça boca de sino.
    Um abraço. _º/

    • Grande Carlos!
      Podem falar o que quiser mas, a disco é muito dançante!
      abração

  • Heavy Neto

    Prezados Francisco e Igor, e demais membros da equipe.
    Disco não é muito minha praia, mas ouvi o episódio e pude aprender um pouco sobre o estilo, o que já é ótimo, me?

    Mas escrevo para informar algo que me deixou muito feliz: meu sogro, José Ghiraldi (lê-se guiráldi) está visitando a minha cunhada que recentemente deu a luz ao Otto aí na Califórnia, e antes dele ir eu instalado um agregador no celular dele é assinei ali o Temacast e Café Brasil. A surpresa pra ele foi quando vocês leram um comentário meu num dos episódios, então gostaria de pedir que mandem a ele e à Lúcia (sogrinha, que escuta junto com ele às vezes) um abraço. Ah, e ele fez a maratona Temacast, hein! Agora já está acompanhando à medida que vai saindo!

    Obrigado pelo trabalho de vocês e um forte abraço!

TemaCast © 2014-2017
Scroll Up