Guerra do Paraguai parte 3 (final)

No segundo ano da Guerra do Paraguai, os EUA se ofereceram para mediar o conflito da região da Prata. Segundo o Departamento de Estado dos EUA, a continuação do conflito prejudicava o comércio e as instituições republicanas na América do Sul. Com essa atitude, os EUA pretendiam estender sua influência até o sul do continente desencorajando o protetorado de nações europeias como França e Grã-Bretanha, o que acreditavam ser uma ameaça ao “independencionismo americano”.

Entretanto, britânicos e franceses, que viam buscando limitar a área de influência dos EUA até no máximo a região do Caribe, investiram numa propaganda antiestadunidense tanto no Brasil quanto na Argentina e demais nações sul-americanas, apresentando os EUA como um país pouco confiável, belicoso e expansionista, que não respeitava territórios nem tratados internacionais (além do quê, os EUA acabara de sair de uma sangrenta guerra civil).

Na Guerra do Paraguai parte 3, a iniciativa estadunidense acabou sendo catastrófica devido a atuação medíocre de sua diplomacia. Agindo mais como alcoviteiros do que como diplomatas, os enviados estadunidenses causaram grande ojeriza ao governo brasileiro ao fazerem declarações como “ser grande a vontade de argentinos de terminarem a guerra apesar do empenho belicista brasileiro ou ainda apresentando no The New York Times uma visão do conflito favorável a López, onde o ditador era descrito como “verdadeiro cavalheiro, um acadêmico” republicano e libertário, perseguido pela casa dos Bragança pôr defender a autonomia das repúblicas sul-americanas.

Saiba mais sobre isso ouvindo este episódio sobre a Guerra do Paraguai parte 3…


BAIXAR VERSÃO ZIPADA

download versão zipada


PARTICIPANTES
FONTES 

VEJA MAIS

VITRINE

MÚSICAS DESTE EPISÓDIO
  • Francisco Russo – Tujami
  • Alberto de Luque y Quemil Yambay – Pyhare
  • Amambay Cardozo Ocampo – Primavera
  • Che jazmin Paraguay
  • Mi barquito de esquelita
  • Lidia Mariana
  • Che iru che reja
  • Perla del Paraguay – A mi tierra
  • E.R.Fernandez – 7 notas musicales
  • Anibal Lovera – Che mandu’avo
  • Anibal Lovera – Nde juru mbyte
  • Quemil Yambay – De lejos vengo
  • Duo Qujntana Escalante – La ultima letra
  • Duo Perez Peralta – Un tiempo era va’ekue chave
  • Duo Mongelos Torales – Kuña guapa
  • Rafael Vargas – Falso juramento
  • Rafael Vargas – Ndajekehai de mi suerte
  • Rafael Vargas – Despierta joven amada
  • Triunfadores Carapegueños – Iñiru Kañyva
  • Quemil Yambay – Ko’ere che mandu’a
  • Quemil Yambay – Ka’aruete
  • Duo Quintana Escalante – Oda pasional
  • Duo Quintana Escalante – Ko’eti jave
  • Duo Quiñonez Moray – Nde rechaga’u mainumbymi
  • Duo Quiñonez Moray – Kuña Paraguay rembiasa asy
  • Tavarandu – La cautiva
  • Tavarandu – Mi sueño dorado
  • Tavarandu – Siete notas musicales
  • Flaminio Arzamendia – Puerto Irala poty
  • Duo Quiñonez Moray – Ndaha’einte oñoirura
  • Folk tres – Nde mborayhu che cambia
  • Grupo Magistral – Seras dueña de mi vida
  • Duo Quiñonez Moray – Jahechake mba’epa oiko che hegui
  • Los Placenteros – Ejujeyna Blanquita
  • La Misma Mezkla – Ndavyai Nderehey
  • La Misma Mezkla – Vyro Pareima La Ñande Joayhu
  • La Misma Mezkla – Ne Kane`Ontema Che Hegui
  • La Misma Mezkla – Suertegui Rei
  • La Misma Mezkla – Saludomike Cheve Ichupe
  • Hino Nacional Brasileiro (Instrumental) – Banda Sinfônica do Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro

NOSSA PLAYLIST NO SPOTIFY:

Link


NOSSO GRUPO NO FACEBOOK

Se você quer participar do nosso grupo basta ir AQUI. Participando você poderá sugerir pautas, interagir com outros ouvintes do Temacast, participar de sorteios e saber com antecedência de várias coisas que ocorrerão num futuro breve.

  • Chasqueiro

    Quase 6 horas de podcast sobre a maior guerra sulamericana, e vocês, Francisco, Igor e Jorge, nos entregaram um resultado magistral.
    Devem ter sido o triplo de horas de gravação, e mais um monte de tempo de pesquisa e produção de pauta (que devem ter montado a umas 50 páginas, facilmente).
    Muito obrigado pela excelente aula, pela montanha de ensinamentos e pelo trabalho abnegado de todos que levou a esse resultado.

    Agora os professores de história do Brasil (e da América Latina) podem economizar a voz e simplesmente indicar os três episódios do Temacast pros alunos … coisa que, aliás, já podem fazer com N outros episódios.

    • Grande Chasqueiro!
      Muito obrigado pela visita e pelo reconhecimento pelo nosso trabalho traduzido da maneira mais calorosa. A propósito, foram 71 páginas de pauta, fora os comentários e inserções que fizemos de improviso.
      Grande abraço pra ti.

      • Chasqueiro

        Tchê, o amigo já sabe que eu não sou de vir aqui escrever à toa.
        Se o fiz, é porque é bem merecido.

    • Jorge Virgilio

      Obrigado, Chasqueiro. Abraços!

  • Só tenho uma coisa a falar….que triologia genial.

    • Valeu Felipe!
      abração

    • Jorge Virgilio

      Obrigado, Felipe. Abraços!

  • everton campos

    Ouço o temacast a muito tempo sem comentar porém, desta vez me vi obrigado a fazê-lo, incrível episódios, não canso de ouvir, parabéns pela iniciativa e excelente serviço prestado

    • Obrigado pela visita e comentário Everton.
      abraço

    • Jorge Virgilio

      Obrigado 🙂 Esperamos continuar melhorando nosso trabalho sempre para manter os ouvintes não só entretidos mas bem informados.

  • jeffborba

    30 anos, publicitário, de Florianópolis, atualmente em Auckland, Nova Zelândia

    Eu ouço podcasts desde 2009 e nunca fiz um comentário antes, mas depois dessa série incrível, não tem como não vir aqui dar os parabéns para vocês. Que aula, vou escutar mais vezes porque foi tanta informação que não dá pra absorver de primeira. Agora, Francisco, com todo o respeito, eu não vejo com maus olhos essa tal “mão de ferro” de Dom Pedro II. Toda a sua biografia mostra que ele foi um ser humano e líder notável. O desejo inflexível de dar fim em Solano, como vocês mesmos enfatizaram durante o programa, é que esse tirano era tão maligno quanto ou até pior que Hitler. Esse cara vivo poderia poderia acabar convencendo outros países a se juntarem no ataque ao Império ou reunir forças para atacar o Brasil novamente, e, agora com certo aprendizado com os erros do passado. Acho (EU, minha opinião) que Dom Pedro, deveria ter sentido uma obrigação moral e humanitária de livrar o mundo de um monstro como Solano.
    Mais uma vez, obrigado, obrigado, obrigado. E por favor, façam um cast sobre Dom Pedro I e II
    Um grande Abraço

    • Jorge Virgilio

      Oi, Jeff. Obrigado pelos elogios. Certamente faremos um episódio sobre os imperadores do Brasil qualquer dia desses. Grande abraço!

    • Olá Jeff!
      Obrigado pela visita e comentário.
      Eu também não vejo com maus olhos a mão de ferro do D. Pedro II, aliás, acho que ele deveria ter sido mais duro do que foi. Não sei se deu a você a impressão de uma crítica ao monarca, mas só reproduzimos o que pessoas conhecidas e próximas ao imperador assim o definiam, segundo pesquisar do historiador Francisco Doratioto.
      Grande abraço

      • jeffborba

        Entendo, obrigado pela resposta. Concordo contigo que Dom Pedro deveria ter sido mais enérgico, principalmente em 1889… Enfim, parabéns pelo trabalho.

  • Augusto Ganzert

    Excelente episodio! Não tenho com o que contribuir. Parabéns!

  • Olá pessoal,

    Sensacional essa trilogia sobre a guerra do Paraguai, parabéns ao Igor, Francisco e Jorge.

    Depois do primeiro episódio, eu estava aguardando os próprios relacionados como se fossem episódios finais do Game of Thrones 😀

    Melhor que qualquer aula de história que já tive sobre a guerra e que inclusive me fez lembrar de uma visita a um museu militar em Lapa, no Paraná, que conta mais sobre esse período da história sulamericana. Existem vários itens expostos, como armamentos e uniformes utilizados pelos soldados durante a campanha.

    Continuem com este excelnte trabalho, um abraço!

    • Jorge Virgilio

      Obrigado, Charles! E continue nos ouvindo. Forte abraço.

  • Felipe Barboça

    Parabéns a todos envolvidos por essa trilogia!!

  • Paulo Fernando

    Fazia um tempo que não comentava, mas essa excelente trilogia da guerra do Paraguai me motivou a parabenizá-los e comentar. Acho importante ver como o “Império Brasileiro” foi respeitado e temido no continente, e até hoje o Brasil é visto como potência pelos nossos vizinhos, isso ajuda a quebrar o “complexo de vira-lata” que temos. Gostaria de saber qual é a versão da guerra do Paraguai que é ensinada as crianças no Paraguai. O solano lopez é visto como herói nacional? isso é unanimidade no país?

    • Olá Paulo!
      Obrigado por seu comentário e elogios.
      Quanto a versão ensinada no Paraguai não posso afirmar, mas certamente há uma tendência a colocar o Solano Lopez como um herói nacional. Há vídeo no YouTube que mostra adolescentes estudantes falando dele como um herói e acho que para falarem assim com a idade que tem só poder ser pelo fato de que são ensinados a vê-lo dessa forma nas escolas que estudam. Entretanto, no Paraguai há os lopistas que sempre dirão que ele foi um herói patriota e os não lopistas que o verão como ele realmente foi: um déspota, megalomaníaco que levou o próprio país ao caos enquanto acumulava riquezas pessoais.

      abraços

      • Paulo Fernando

        Grato pelos esclarecimentos Francisco!!

      • Paulo Fernando

        Eu acredito que o Paraguai deve ter uma grande carência de Heróis para enaltecer uma figura como essa, mas a comparação com Getúlio não seria desproporcional? ou eu não desconheço o lado negro da força kkkkkk!!!

    • Jorge Virgilio

      Oi, Paulo. Obrigado pela mensagem e pelos elogios. A tendência hoje é desmistificar Lopez. Se você quiser fazer um paralelo com a história do Brasil, eu diria que o Lopez é como se fosse o Getúlio Vargas do Paraguai. Apesar de hoje muitos intelectuais paraguaios atacarem Lopez – visto a figura sanguinária que ele certamente foi – durante muitos anos Lopez foi reverenciado pela direita e os conservadores paraguaios, então popularmente a sua imagem ainda é positiva (a de um grande patriota que foi perseguido por defender o seu povo contra os interesses internacionais – tal qual Vargas).

      • Paulo Fernando

        Grato pela Resposta Virgilio!!

  • Caio Suate

    Por favor façam um Temacast sobre o japão, desde sua formação como pais ate a segunda guerra mundial acho que seria um Temacast muito interessante.

    • Jorge Virgilio

      Quem sabe num futuro não muito distante façamos algo pelas bandas orientais. Abraços, Caio. E valeu pela sugestão.

  • Juliano Loiola

    Ainda estou tentando absorver toda a informação transmitida ao longo desses três episódios sobre a guerra do Paraguai. Parabéns ao temacast pelo trabalho de pesquisa, pois acredito que deve ter sido bem exaustivo. Abraços

    • Jorge Virgilio

      Obrigado pela mensagem e pelos elogios, Juliano. De fato, a redação desta pauta me consumiu 6 meses de trabalho entre leituras e escritura. Forte abraço!

  • Azakuar

    Fantástico o trabalho de vocês. Um grande complemento introdutório a esse evento histórico. Continuem com este excelente programa. Forte abraço.

  • Conrado Guerra

    Belo trabalho, grande trilogia. Sinto-me um privilegiado por poder escutar um podcast que fornece tanta cultura gratuitamente.

TemaCast © 2014-2017
Scroll Up