Campanhas Eleitorais

Antes de falarmos sobre campanhas eleitorais vamos para o começo. O primeiro modelo de imprensa política surgiu ali entre os séculos 17 e 18. Nessa época, a então chamada “imprensa de opinião” funcionava como um instrumento político da burguesia, que era excluída da política oficial – parlamento, intendências, fóruns etc -, controlada pelo clero (igreja) e pela aristocracia (nobreza). A burguesia se utilizava da sua imprensa para promover discussões públicas e criticar as decisões tomadas pelo Estado.

Esse primeiro modelo sofreu uma alteração quando os burgueses tomaram a frente do Estado e das esferas de decisão política, no final do século 18. Agora aqueles mesmos burgueses que controlavam a imprensa e até então criticavam os políticos (que eram todos nobres) tinham se tornado eles próprios os políticos. Então, a “imprensa de opinião” teve que mudar o seu enfoque e parar de se referir aos políticos genericamente, tornando-se a “imprensa de partido”, que se dividia em jornais governistas e de oposição, conforme a alternância de grupos burgueses no poder.

Saiba mais ouvindo este episódio sobre as campanhas eleitorais…


BAIXAR VERSÃO ZIPADA

download versão zipada


PARTICIPANTES
FONTES 

VEJA MAIS

VITRINE

MÚSICAS DESTE EPISÓDIO
  • Bezerra da Silva – Candidato Caô Caô
  • Dicro – Homenagem ao eleitor
  • Bezerra da Silva – Pastor Trambiqueiro
  • Bezerra da Silva – Quando o Morcego doar Sangue
  • Bezerra da Silva – Vírus da Corrupção
  • Varre, varre, vassourinha! Jingle de Jânio Quadros
  • Paródia dos ossos
  • Jingles Julio Prestes – Eleição de 1930
  • Jingle Politico (Michael Jackson – Bad)
  • 1952 Eisenhower Political Ad   I Like Ike   Presidential Campaign Ad
  • Frank Sinatra   ‘High Hopes’ with Jack Kennedy (1960)
  • YES WE CAN   New Approaches   Entertainment   EMMY WINNER
  • Jingle Político 1989 – Lula La!!
  • Propaganda Eleitoral Gratuita – Que só fala a verdade (by Marcelo Adnet)
  • Rita Lee – Tudo Vira Bosta
  • Parodia Música do político de 4 en 4 anos
  • Gabriel o pensador – Até quando
  • Paralamas do Sucesso – Que País É Este
  • RPM – Alvorada Voraz
  • Malandramente – Jingle suposta candidata a vereadora de Jacaraú
  • The Carpenters – Please Mr Postman
  • Boy George & Culture Club – The Crying Game
  • Lorrie Morgan and Beach Boys – Don’t worry baby
  • Mario Biondi – Ecstasy
  • Robert Miles ft Maria Nayler – One And One (Club Version)

NOSSA PLAYLIST NO SPOTIFY:

Link


NOSSO GRUPO NO FACEBOOK

Se você quer participar do nosso grupo basta ir AQUI. Participando você poderá sugerir pautas, interagir com outros ouvintes do Temacast, participar de sorteios e saber com antecedência de várias coisas que ocorrerão num futuro breve.

  • Jorge Virgilio

    Ato Falho Meu: não foi em 2002 que eu votei no Enéas (ele não se candidatou a Presidente nesse ano), e sim em 1998. Na verdade eu não votei com meu título em 98, mas eu acompanhei minha mãe na zona eleitoral e votei com ela no Enéas. Abs!

  • Rodrigo Araujo

    Muito bom episódio pessoal. Mas acho que dessa vez vocês falharam um pouco no “timing”, teria mais efeito esse episódio a pelo menos 15 dias atrás

    • Olá Rodrigo!
      Obrigado pelo comentário, mas a qual efeito você se refere?

      • Rodrigo Araujo

        Fiz o comentário antes de terminar de ouvir e episódio inteiro. No final entendi o comentário que vocês fizeram que o objetivo não era influenciar em nada no voto de ninguém, mas só explicar como as coisas funcionam.

        Para mim nada fui tanta novidade, mas infelizmente para parte de nossa população não entendem que mal tem uma empresa doar milhões para campanhas. Os partidos simplesmente dizem: é doação contabilizada, oficial… mas espera, em troca de que alguém vai doar tanto dinheiro assim de sua empresa? Só por acreditar nos “ideais” do candidato? Tem algo muito errado e só a educação e esclarecimento do povo que podemos mudar minimamente tudo isso ai.

  • Darley Santos

    Aspectos de uma campanha eleitoral… Acho que todo o processo eleitoral deveria ser racionalizado e otimizado o máximo possível. Deveríamos enxugar mais as coisas, inibir as manipulações, dissuadir os envolvidos dos excessos cometidos em nome desse vale-tudo chamado política. Certas coisas mudaram né, como o cancelamento dos bizarros “showmícios”. Interessante a questão dos “jingles”, a música pode servir de manipulação psicológica como já é notório, ela pode ser feita sob medida para esse fim, com a devida formatação, com o número calcuado de repetições e timing. Lembremos também como ela foi bem usada pelos nazistas… Muita coisa deveria mudar no sistema político/eleitoral, pois simplesmente esperar mudança de mentalidade por parte da população não funciona, a mudança tem que vir de cima para baixo, na forma da lei, e essas mudanças por sua vez ocasionariam com o tempo a tão desejada mudança de hábitos e mentalidade. Dispositivos jurídico-políticos como o voto distrital são alavancadores desse processo paulatino.

    • Darley, obrigado pela visita e pelas opiniões. Discutiremos isso na leitura de emails e comentários.
      abraços

  • PauloAlbq

    Bom Dia!

    Gostei bastante deste cast (51, Campanhas Eleitorais). Compartilho da tristeza dos participantes ao perceber que o debate político reduziu-se à ataques pessoais entre candidatos e trabalho de marketing pessoal em detrimento de uma construção através de discussão de alto nível… Triste 🙁
    Vida longa ao Temacast, estarei aqui acompanhando cada um dos episódios!

    Abraços,
    Paulo Henrique

    • Olá Paulo, realmente é de se lamentar ao que se reduziu a política nos tempos de hoje e principalmente aqui neste Brasilzão-zão-zão…
      Obrigado pela visita
      abraço

  • Excelente PodCast como sempre. Parabéns aos envolvidos. Fiz um post sobre o sistema que o brasil adota para eleição, a proporcionalidade de representação. Nele faço um paralelo com descobertas da economia comportamental e de como o sistema nos leva e ter piores escolhas. Quem interessar pode acessar no link: http://www.geekonomics.com.br/sistema-eleitoral-brasileiro/

    • Jorge Virgilio

      Olá, Geeknomics. Obrigado pelos elogios e pela dica indicação. Certamente vamos conferir. Abraços!

      • Obrigado Sir Jorge Virgilio! Espero que gostem e ademais continuem com o excelente trabalho do Tema Cast!

  • Renver

    Excelente episódio.

    Considero o podcast de vocês os melhores da podsfera…

    Junto ao Café Brasil e Xadrez Verbal.

    É muito denso… a trilogia da Guerra do Paraguai foi densa como uma bela e saborosa feijoada.

    Sugiro que façam episódios sobre a era do Collor (nosso ex presidente) e John F. Kennedy.

    • Valeu Renver!
      Obrigado pela visita, elogios e sugestões.
      abração

    • Jorge Virgilio

      Obrigado pelo contato e pelos elogios. Certamente a Era Collor e Kennedy são episódios que gostaríamos de fazer algum dia. Abraços!

  • Teve um comentário de um de vocês falando sobre o “deixe o homem trabalhar”. Lembrei de uma coisa que vi no Canal Viva: as reapresentações do programa do Chacrinha. Num dos programas vi um pessoal com umas cartolinas na mão com os dizeres: “deixe o homem trabalhar”, “o Sarney quer acertar”, coisas do tipo. Daí então o próprio Abelardo Barbosa, todo prosa diz; “quero mandar um abraço ao meu amigo, o ministro (das comunicações) Antônio Carlos Magalhães”. Nem é preciso lembrar que a família do ACM é dona de todas as filiais da Globo na Bahia até hoje, né? Fora as emissoras de rádio e jornais impressos, que nem sei quantos são. Eu era criança na época, então jamais lembraria de algo assim, mas fiquei boquiaberto com esse programa ao vê-lo uns anos atrás. Como a coisa era ainda mais descarada e escancarada! Por sinal, acabei de assistir ao documentário. Muito interessante. valeu mesmo por esse episódio!

    Atualização: Achei as fotos dos cartazes neste post: https://www.buzzfeed.com/novelasefamosos/14-cartazes-de-apoio-polatico-no-cassino-do-chac-z8ey

    • Jorge Virgilio

      Olá Malforea. Obrigado pelo contato. Valeu pelo link dos cartazes, uma verdadeira relíquia. Abraços!

      • Ah, sim! Bem-vindo, cara. Curti pra caramba sua adição ao TC. Abração a todos.

        • Jorge Virgilio

          Obrigado. Espero continuar somando à comunidade do Temacast. 🙂

  • Um dos melhores episódios do Temacast. Muito bom e esclarecedor!! Um de vcs citou a possibilidade de fazer um episódio explicando o sistema político brasileiro. É uma excelente ideia!! Utilidade pública.

    Parabéns!

    • Jorge Virgilio

      Oi, Mitsuo. Obrigado pelos elogios e pela mensagem. Sim, gostaríamos de fazer em um futuro não muito distante. Abraços!

      • Fernando Pereira

        Super apoio.

  • Rodrigo Ribeiro

    Olha a canelada: o plebiscito para sistema de governo foi em 1993. Ah, minha primeira eleição foi em 1996, e a única que votei em cédula, pois na época morava em uma pequena cidade (Jaraguá do Sul, SC).

    • Rodrigo, não me lembro a qual parte do episódio que vc se refere, mas obrigado pelo comentário. 🙂

TemaCast © 2014-2017
Scroll Up